sexta-feira, 5 de junho de 2009

Músicas Italianas dos anos 60 - Jerry Adriani?

Nunca pensei que fosse ouvir Jerry Adriani na minha vida. Pior, além de ouvir, estou aqui confessando publicamente. Cazzo!
Bom, já que admiti, devo explicar então o que aconteceu.

Gosto muito de música italiana, principalmente as dos anos 60 que competiam com os ingleses e americanos de igual pra igual. Gosto também de algumas bandas atuais italianas, mas o filet mignon esta realmente nos anos 60: Rita Pavone, Pepino de Capri, Bobby Solo (o Elvis italiano), Domenico Modugno, Gianni Morandi, Sergio Endrigo, Edoardo Vianello, Jimmy Fontana, entre outros.
Estava disposto a achar alguns álbum legais para escutar, coisa velha, mais coisa fina.

Googando muito, achei um site bem completo, separado por cantor e ano de lançamento da música. Você pode escutar o som e ainda acompanhar lendo a letra da música em italiano. Muito bom pra quem pretende aprender a língua.
Veja aqui: http://italiasempre.com/verpor/mp32.htm

Pois bem, voltando ao Jerry Adriani, nesta minha buscas por algumas músicas italianas, encontrei um álbum do cantor de 1964 chamado "Italianíssimo", e vi que todas as músicas eram italianas cantadas em italiano. Bom, neste caso fui atrás do álbum pra escutar, e não é que o cara cantava muito bem em italiano....Muito bom mesmo!

O sucesso na época foi tanto que no mesmo ano, ele lançou um outro álbum também só com músicas italianas chamado "Credi a Me". Descendente de italianos e criado pela avó, teve sempre desde cedo o contato com a língua e por isso começou a carreira cantando em italiano, além de gostar muito do idioma e das canções que ouvia cantadas pela nonna.

Não conheço a carreira dele completa, apenas conheci estes 2 álbuns, e posso falar que pra quem gosta de música italiana dos anos 60, os 2 são ótimos, sendo que o primeiro é ainda melhor.
Vale a pena escutar pra quem gosta.

Um comentário:

druca disse...

Realmente, só quem não conhecia o trabalho de Jerry Adriani desde 1964, passando pela Jovem Guarda, depois, para um gênero romântico-"jovem" de não tão boa qualidade até desembocar na sua volta às origens (rock 'n' roll e música italiana) não reconhece o valor desse maduro artista cuja qualidae de voz não se encontra na chamada MPB. Mas, nunca é tarde para a descoberta e livrar-se das amarras do preconceito...